13/04/2016

Textura ou papel de parede, qual escolher?

Uma das formas mais práticas de se mudar a aparência da decoração de apartamento, casa ou escritório, é mudando a pintura do local. Porém, mudar a pintura requer um pouco de trabalho e nem sempre pode dar o efeito que você quer. Às vezes, você até gosta da cor interna atual, porém mesmo assim quer mudar sem precisar mexer nos móveis. O que fazer nesse caso? Simples! Que tal aplicar uma textura em uma das paredes ou pregar um papel de parede parcialmente nelas?





1. Aplicação de texturas


A aplicação de texturas é uma das opções mais comuns na hora de mudar a decoração interna. Elas permitem dar maior profundidade às paredes comuns, causando um efeito bem interessante de tridimensionalidade na pintura. Pode ser usada em uma ou mais paredes, combinando-se várias cores e tons. As combinações mais comuns são as feitas com cores lisas, tais como:

Combinações monocromáticas: usa-se tons de uma mesma cor. Nesse caso, as paredes podem ser em tons claros e a com textura, em um tom mediano ou mais escuro. Exemplo: paredes em azul-bebê e textura em azul-marinho;
Combinações análogas: aqui as cores usadas são as que estão mais próximas umas às outras no círculo cromático. Por exemplo: as paredes podem ser azuis, enquanto a textura pode ser violeta ou ciano;
Combinações complementares: nesse caso, as cores são opostas no círculo cromático. Exemplo: uma parede com textura violeta, enquanto as paredes são amarelas ou vice-versa.

Existem diferentes tipos de texturas no mercado, tais como: granulada, riscada, lisa, grafiato entre outras. Você ainda pode comprar rolos personalizados para fazer desenhos na hora da aplicação da textura.


2. Papéis de Parede


Se quiser optar por um papel de parede, lembre-se de que não há necessidade de aplicá-lo por completo nas paredes. Você pode colocá-lo só na metade inferior delas, por exemplo, de modo a combinar a cor da pintura com os desenhos e detalhes dele. A vantagem de se aplicar um papel de parede, é que ele pode ser removido depois, devolvendo a cor anterior ao cômodo.
Você também pode fazer como no caso da textura, colocando-o somente numa das paredes. O bom desse material é que basicamente você só precisa de cola e estilete/tesoura na hora de aplicá-lo.

Vantagens e desvantagens de cada tipo


Textura
Vantagens: resistência; durabilidade; efeito de profundidade na parede; possibilidade de personalização usando-se rolos e até utensílios como facas e colheres (só usar a criatividade na hora de aplicar a massa);
Desvantagens: é mais trabalhoso para aplicar; o preço é maior; para removê-lo depois é um pouco complicado.

Papel de parede
Vantagens: pode ser encontrado em várias opções com desenhos, ilustrações e detalhes que permitem maior possibilidade de personalização; a aplicação é mais fácil; existem versões com acabamento vinílico que permite que o papel de parede possa ser aplicado em banheiros e cozinhas, pois o torna resistente à água e umidade, ou seja, impermeável; há opções texturizadas também;
Desvantagens: exceto o com acabamento vinílico, o papel de parede é facilmente danificado por água e umidade, podendo até mesmo descolar; suas estampas, detalhes ou ilustrações podem enjoar rapidamente.


por: Matheus Bertoluci

Um comentário:

  1. Penso que tudo vai depender do nível de paciencia que voce tiver, eu mesma prefiro o papel de parede por ele ser removido mais fácil do que a textura! :D
    Beijo.

    www.misscal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Stefani Wiecorek.
Tecnologia do Blogger.